Notícias

ROTA ALVADOS ALCARIA – 8 de Maio

02/05/2016

Ponto de encontro: Junta de Freguesia de Alvados, junto à Pousada de Juventude.

No próximo dia 8 de Maio, domingo, realiza-se uma caminhada pela fabulosa Costa de Alvados e Anfiteatro da Fórnea, onde se pode desfrutar de uma fenomenal paisagem verdejante, e ter a oportunidade de ver o estranho fenómeno geológico da Fórnea, que dá a ilusão de ser um anfiteatro natural.

Aproveita esta oportunidade para visitares a Pousada de Juventude de Alvados - Porto de Mós e viveres um mundo de experiências na natureza. 


PERCURSO

Este percurso circunda a zona norte do Planalto de Santo António, uma unidade geomorfológica demarcada pelas falhas da Mendida e de Alvados/Mira de Aire. É por isso uma área de indiscutível interesse natural, que alberga uma interessante variedade florística, assim como avifaunística, nomeadamente o falcão-tagarote, a coderniz, o papa-figos e o tentilhão.

A cova ou depressão de Alvados, onde se situa a povoação, atinge quase 300 metros de profundidade e foi originada pelos movimentos da crosta terrestre que aconteceram durante milhões de anos. Foi deste modo que se formou a depressão de Alvados, envolta por dois planaltos: à esquerda o Planalto de Santo António que culmina na chamada Costa de Alvados; do lado direito encontra-se o Planalto de S. Mamede, partido pela escarpa da Pena da Falsa, de menor importância que a anterior.

A Fórnea assemelha-se a um enorme abatimento da crosta terrestre, um estranho fenómeno geológico dá a ilusão de ser um anfiteatro natural. Porque os solos da Serra de Aire e Candeeiros são ocos e apresentam vácuos, puderam dar origem às grutas, mas também a este local: uma depressão de milhões de anos rodeada de cursos de água.

Na zona da várzea existe um vale de oliveiras, enquanto que no espaço envolvente se encontram duas cascatas, e duas nascentes. A zona do semicírculo é envolvida pela Serra de Ladeiras, Pena de Águia e Cabeço Raposeiro. As erosões provocadas pelas chuvas e pelas águas nascentes criaram um cenário natural impressionante. No interior da Fórnea encontra-se a Cova da Velha, uma cavidade com uma nascente que alimenta o Ribeiro da Fórnea.


DEVE LEVAR
Água, chapéu, calçado  e roupa confortável, protector solar.


Mais informação sobre o evento 
aqui


Últimas Notícias
Melgaço, à descoberta do Natal
Junta os teus amigos no Natal
Ainda não encontraste sítio para entrar em 2020?
Quebra-nozes "o musical" – Europarque em Santa Maria da Feira
PERLIM - O maior parque temático de Natal do País
NA´TAL CERVEIRA 2019

Todas as notícias

Contacta-nos