Roteiros

Natureza aventura
Bragança

Bragança, Montanha e Tradição

Cidade encaixada entre serras, a 700 m de altitude e apenas a 22 km da fronteira com Espanha. Bragança oferece-te uma experiência integrada de natureza e tradição.

Roteiro

Bragança geralmente amanhece fria. Equipa-te a rigor, com calçado confortável e vai até ao centro da vila. Sobe pela Praça da Sé até ao Castelo. Na Cidadela, podes visitar a Torre de Menagem, onde está o Museu Militar e o Museu do Traje e da Máscara. Neste núcleo histórico, tens também a Torre da Princesa, a Igreja de Sta. Maria e o Domus Municipalis, edifício de arquitetura civil medieval único na Península Ibérica.

Antes de terminar a manhã, podes percorrer as ciclovias na Xispa, uma bicicleta elétrica partilhada. Escolhe entre a ciclovia do Fervença e a da Mãe de Água. Tens também uma alternativa cultural, que é visitar o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais.

Depois de almoço, escolhe se vais fazer um percurso pedestre ou rodar no teu carro. Ou as duas coisas... À porta de Bragança, tens o Parque Natural de Montesinho, um dos mais ricos do país em biodiversidade. Se optaste pelo percurso pedestre, uma escolha tranquila é o de Carrazedo. A 25 km para Norte, já na fronteira com Espanha, não deixes de visitar Rio de Onor, uma aldeia rústica e de tradição comunitária.

De regresso a Bragança, terás de repor energias num restaurante local. A região é conhecida pelos pratos de posta de vitela mirandesa grelhada, costeletas de cordeiro, cabrito no forno, alheira e acompanhamentos de castanha e cogumelos. Mais uma bela sobremesa e esta dieta vai “rebentar” contigo!

+ Pontos de Interesse:
Mosteiro do Castro das Avelãs
Centro de Fotografia Georges Dussaud
Aldeia de Montesinho
Instituto Politécnico de Bragança
Caminho de Santiago

Mais Informação:
www.cm-braganca.pt

Reserva já

Visitar Pousada

Pontos de interesse

» Castelo de Bragança
» Pelourinho
» Museu Militar
» Domus Municipalis
» Igreja de Santa Maria
» Museu Ibérico da máscara e do traje
» Museu do Abade de Baçal
» Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Parques temáticos

» Aquafixe - Parque Aquático (Torre de Moncorvo)

Natureza

» Parque Natural de Montesinho
» Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo
» Parque Biológico de Vinhais
» Lago de Sanábria (Espanha)

Eventos e festividades

» Festa da História                                                                  
» Festas da Cidade de Bragança
» Feira do Livro
» Bienal da Máscara
» Norcaça, Norpesca e Norcastanha                                                                                                      
» Feira das Cantarinhas

Gastronomia

» Enchidos regionais: fumeiro, presunto, alheiras (também designadas de tabafeias), o salpicão e o butelo.

» “Folar”(pão de ovos recheado de enchidos), Posta Mirandesa, o cabrito de Montesinho, o cozido e a feijoada à Transmontana, trutas, o borralho, caldos de perdiz, confecionados com a água da cozedura destas aves, presuntos, nabos (ou nabiças) e cebolas; a sopa de coelho bravo marinado em vinho branco ou o arroz de lebre com repolho, javali à Transmontana, o caldo de castanha com batatas, nabos e unto, carne de porco estufada com castanhas, bifes de presunto de cebolada, salpicão assado com grelos cozidos, frango albardado, bacalhau cozido com batatas e tronchos de couve penca, bacalhau assado com pão centeio, rabas guisadas com ovos, bocados de coelho com molho vilão, leitão “torradeiro”, os rojões e os milhos à Transmontana, cascas ou casulas (vagens secas de feijão) polvo, bacalhau.

» Doçaria: Os folares da Páscoa (Folar), os ovos doces, consumidos com pão, o bolo de mel, as rosquilhas e as súplicas.

Contacta-nos